Como se preparar para o inesperado

Há pouco tempo meu filho de seis anos foi diagnosticado como opositor, de cara me disseram: o transtorno era característico de crianças com famílias desequilibradas, mas não me identifiquei com as prováveis causas...Tentei negar, mas quanto mais lia sobre as características, mais sabia que meu filho sofria com isso. É incrível, mas ele parece já ter nascido um bebê opositor, não consegue ficar em lugar nenhum, nenhum esporte, aula de música, ballet, igreja e escola nem pensar...Eu o amo tanto, gostaria de passar tudo isso por ele, ele está mais que estigmatizado em todos seus ambientes de convívio. Não encontro profissionais que me ajudem. Apesar de ele fazer terapia e equoterapia. E mesmo sendo professora não tenho ideia de como proceder em sala de aula com uma criança opositora e nem como punir uma criança tão pequena por infrações tão grandes. Todos os dias ele comete alguma travessura e cada vez mais grave. Não sei mesmo o que fazer. Sinto-me absolutamente sozinha, moro numa cidade pequena no interior do Rio de Janeiro. Não encontro um psiquiatra especialista em crianças, me ajudem! Beijos.

 

paisagem