Há 16 anos com problemas

Sou de Portugal e gostei muito de ler alguns depoimentos, com os quais revejo o meu filho. Ele tem 17 anos e foi adotado por nós há 16 anos. Tem sido uma caminhada muito difícil. Desde os 2 anos que anda em médicos, pedopsiquiatras, pediatras do desenvolvimentos e todos eles dizem que a questão do meu filho é bastante complicada, pois reúne um pouco de vários sintomas: TDO, imaturidade afetiva, borderline, entre outros. Desde os 5 anos que é medicado com Risperidona e mesmo assim as melhoras são muito poucas. Neste momento toma dosagens elevadas de Risperidona, Quetiapina e Diplexil e mesmo assim cria uma habituação rápida e deixa de fazer praticamente efeito. Anda em Pedopsiquiatria, fez agora testes psicológicos (ainda não temos resultados) e só irá para psicologia assim que a sua parte emocional conseguir estabilizar. De fato notamos que cada vez mais se nota a sua imaturidade. Não se consegue que ele nos ouça e acate os nossos conselhos nas coisas mais simples. Tem sido suspenso da escola todos os anos e diariamente a recebermos telefonemas devido ao mau comportamento. No entanto, não é violento. É agressivo, mas não violento. Não agride fisicamente. Sinto-me a chegar a um estado de loucura desmensurado. A minha paciência já há muito que ultrapassou os limites. Tive há 2 anos um enfarte do miocárdio devido ao excesso de stress e tenho receio de voltar a ter outro. Neste momento também estou a ser acompanhada em psiquiatria, pois não aguentaria de outra forma. Continuo a ter uma forte esperança na estabilidade do meu filho! Um abraço


paisagem