Agonia

Postado por em 23/08/2017

Uma agonia toma conta de mim, pois estou sem saber como ajudar meu filho em relação a escola. Está muito difícil este ano e eu não sei o que fazer... Às vezes sinto raiva da situação, do que meu filho faz, mas logo percebo o sofrimento dele pelo que causou  e o quanto ele se detesta por isso e eu sofro mais ainda. A escola desistiu dele, percebo uma certa hostilidade, ninguém me olha nos olhos e eu não sei porque, pois não fiz nada a eles. Ninguém me liga, me procura ou toca no assunto. Entro na escola como uma pessoa invisível e saio de lá da mesma forma. Tento entender a posição deles, mas confesso que não consigo... Mesmo que não consigam ajudar meu filho, uma palavra de apoio ajudaria. Eu me sinto despedaçada e mais uma vez a minha opção é deixá-lo em casa. Não percebo um passo na direção do meu filho com objetivo de ajudá-lo. Será que o medo imobiliza as pessoas dentro da escola? Talvez medo que eu faça algo contra eles ou medo do meu filho devido a agressividade? Eu não sei direito, mas me sinto mal quando entro na escola, um clima pesado e hostil. Não sei a quem recorrer, a quem pedir ajuda. Meu filho eu converso, converso, explico, viro as costas e ele de novo fica nervoso. É triste ver um filho descontrolado e mais triste ainda ver que ninguém fala comigo... Confesso que até eu me sinto aflita na hora de levá-lo para escola, pois não me sinto bem naquele ambiente. Acho que não deveria ser assim, eu deveria me sentir acolhida. Na verdade eu nunca sou acolhida e meu filho menos ainda, em nenhum local. Então ficamos em casa como sempre fazemos, recolhidos em nossa insignificância. Continuarei a procurar alguém que possa nos ajudar, não desistirei!

 

paisagem