"Tudo dará certo na sua vida, CONFIE! O tempo de Deus não é o mesmo que o nosso, CONFIE!"      

Transtorno Bipolar

O transtorno bipolar é um problema em que as pessoas alternam entre períodos de muito bom humor ou irritação e depressão. As "oscilações de humor" entre a mania e a depressão podem ser muito rápidas.


Causas

O transtorno bipolar afeta homens e mulheres igualmente. O transtorno bipolar geralmente tem início entre os 15 e 25 anos. A causa exata do transtorno bipolar ainda é desconhecida, mas ocorre com mais frequência em familiares de pessoas com transtorno bipolar.


Tipos de transtorno bipolar:

 

  • As pessoas com transtorno bipolar do tipo I apresentam pelo menos um episódio maníaco e períodos de depressão profunda. Antigamente, o transtorno bipolar do tipo I era chamado de depressão maníaca.
  • As pessoas com transtorno bipolar do tipo II nunca apresentaram episódios maníacos completos. Em vez disso, elas apresentam períodos de níveis elevados de energia e impulsividade que não são tão intensos como os da mania (chamado de hipomania). Esses episódios se alternam com episódios de depressão.
  • Uma forma leve de transtorno bipolar chamada ciclotimia envolve oscilações de humor menos graves. Pessoas com essa forma alternam entre hipomania e depressão leve. As pessoas com transtorno bipolar do tipo II ou ciclotimia podem ser diagnosticadas incorretamente como tendo apenas depressão.

 

Para a maioria das pessoas com transtorno bipolar, não existe uma causa evidente para os episódios maníacos ou depressivos. A seguir estão os possíveis desencadeadores de um episódio de mania em pessoas com transtorno bipolar:

 

 

 

  • Mudanças na vida, como o nascimento de um bebê
  • Medicamentos, como antidepressivos ou esteroides
  • Períodos de insônia
  • Uso de drogas recreativas

 

 

Exames

Vários fatores estão envolvidos no diagnóstico do transtorno bipolar. O médico pode usar todas ou algumas das opções abaixo:

 

  • Perguntar sobre seu histórico médico familiar, se alguém na família tem ou já teve transtorno bipolar
  • Perguntar sobre suas oscilações de humor recentes e há quanto tempo você apresenta esse tipo de alteração
  • Realizar um exame completo para identificar doenças que podem estar causando os sintomas
  • Solicitar exames laboratoriais para verificar a ocorrência de problemas na tireoide ou níveis toxicológicos
  • Conversar com os familiares sobre o seu comportamento.

 


Diagnóstico de transtorno bipolar

 

  • Instabilidade de humor, com estados de depressão e euforia, pode ser sinal de doença psiquiátrica
  • Fazer um histórico médico, incluindo todos os seus problemas médicos e os medicamentos usados
  • Observar seu comportamento e humor

 

Observação: o uso de drogas pode causar alguns dos sintomas. Entretanto, isso não descarta o transtorno bipolar. O próprio abuso de drogas pode ser um sintoma do transtorno bipolar.

 

Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/temas/transtorno-bipolar

 

A pessoa que tem o transtorno bipolar tem a possibilidade de desenvolver outras doenças, como a esquizofrenia?


O Transtorno Bipolar, assim como a Esquizofrenia, são doenças diferentes, apesar do fato que em alguns caso, possam ser confundidas devido a intensidade e relevencia de certos sintomas, durante crises especialmente.


Costumo sempre dizer que para o ser humano tudo é possível, inclusive obter duas ou mais doenças ao mesmo tempo, mas não necessariamente .


A Esquizofrenia é uma dissociação do pensamento, onde os sentimentos se tornam subjetivos, não falamos aqui de nada concreto ou linhas racionais e sim de uma visão paralela a isso, utilizam a fantasia como movimento. Logo influi diretamente no afeto, nas vontades, na construção racional de vida e assim interfere na estabilidade pessoal e por isso a dificuldade ou impossibilidade de manter vida social, profissional e construtiva de maneira geral. Sintomas como isolamento, descuido com a propria higiene e aparencia, irritabilidade frequente e relevante, agitação, alucinações, morosidade, dormir muito ou nada...são comuns.


Na Bipolaridade falamos de um transtorno afetivo, onde o marco está na oscilação de humor, ou seja, o paciente alterna (sendo muitas e frequentes vezes, ou mesmo raras vezes) seu estado de humor entre as fases maníacas (irritação, agitação, alegria excessive, não dormir, fazer tudo além da conta, trabalho, compras, sexo, beber...) e as fases depressivas (isolamento, morosidade, melancolia, descuido com cuidados pessoais, desistencia de vida...) e desta forma também sofre dificuldade em estabilizar e possuir vida social, professional e até familiar adequadas e saudáveis.


A Bipolaridade assim como Esquizofrenia possui graus de relevancia e de diagnostico e por vezes a doença vem acompanhada com complementos no quadro, ou seja, sintomas tão relevantes que merecem atenção e tratamento em conjunto ao diagnostic.

No caso da bipolaridade é comum existir o quadro de sintomas psicóticos em conjunto, e com este diagnostico entendemos que o paciente possui certas reações ou movimentos da linha psicose, como: alucinações e pensamentos fantasiosos e por isso se assemelha ao quadro de esquizofrenia.

O medico psiquiatra que acompanha precisa estar atento para classificar adequadamente o paciente nesta situação, é preciso observar os movimentos que separa uma doença da outra e nem sempre é tão simples. Mas um ponto que ajuda bem a começar o processo de diferenciação é que a esquizofrenia é um quadro continuo e não oscilante no humor, apesar de também ter seus picos e crises possui movimentos mais estáveis, frequentes e ja esperados daquele paciente. Diferente da Bipolaridade onde a oscilaçao faz parte e de tempos em tempos há mudança no quadro do paciente.


Raquel Baldo Vidigal - Psicóloga -  CRP 79518


Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/perguntas/10561-a-pessoa-que-tem-o-transtorno-bipolar-tem-a-possibilidade-de-desenvolver-outras-doencas-como-a-esquizofrenia


paisagem